Concerto ZdZ’21: venres

Map Unavailable

Data
09/07/2021 _ 22:30 h

Lugar
Exterior CEIP Castelao

Prezo: de balde

Categoría


Concerto en dous actos enmarcado no XVII Encontro Internacional Zona da Zanfona 2021 para o venres 9 de xullo. O primeiro acto será con Héctor Braga, artista convidado a Rianxo este ano para ofrecer un recital en solitario sobre o seu universo sonoro, composicións e arranxos sobre músicas de Asturies. O segundo acto será coa dupla portugesa de Alacrã (Carlos Guerreiro e Julieta Silva) coa convidada especial Beatriz Guerreiro.

Os concertos son de balde con prazas limitadas e é preciso inscribirse para reservar cadeira.

Información práctica esencial:

  • O aforo será limitado e as medidas sanitarias e de distancia física para persoas segundo as normas estabelecidas
  • A reserva das entradas será a partir do 30 de xuño en concelloderianxo.gal/reservas (preferente)
  • Teléfono alternativo: 981 100 688

Héctor Braga

La gaita rabil (nome popular de la zanfona n’Asturies) tuvo -y tien entá- munchu raigañu nel Principáu. Na tradición musical asturiana hai un bayurosu repertoriu de música pa zanfona, na parte instrumental (bailles a lo suelto y a lo agarrao) como tamién nel acompangamientu del rabileru, el cantante tradicional d’asturianaes y romances que remana xácaras y coples de tóu tipu de temes.
Héctor Braga fae un percorríu sonoru pol repertoriu más representatible d’Asturies nesti virtuosu conciertu enllenu de rigor musical y folixa a partes iguales.

Vídeos con zanfona:
romance tradicional: https://www.youtube.com/watch?v=6H11BKUh4ug
un minuto de improvisación: https://www.youtube.com/watch?v=uzqrjXNhLDM

 

Alacrã

Carlos Guerreiro é músico, construtor e inventor de instrumentos e sonoridades. Tem um percurso multifacetado repartido entre a composição musical, a construção de instrumentos musicais e a prática performativa no seio de agrupamentos com orientações tão diversas quanto a prática de canto coral, a recriação de música tradicional em contexto urbano e a música de contestação e intervenção política. Co-fundador do grupo Gaiteiros de Lisboa, participou no Grupo de Acção Cultural – Vozes na Luta (1974-1979) e colaborou com nomes como José Afonso, José Mário Branco, Sérgio Godinho, Fausto Bordalo Dias, Zeca Medeiros, para apenas citar alguns. É actualmente um dos mais activos construtores de sanfonas em Portugal.

Julieta Silva tem um percurso musical e artístico ligado à música tradicional portuguesa desde a sua passagem pelo GEFAC, em Coimbra, em 1996, onde teve o primeiro contacto com as etnografias e com a sua utilização a um nível performativo. Integrou posteriormente projectos como Chuchurumel, Chukas, Diabo a Sete, Las Çarandas, entre outros. Participou na concepção e realização de diversos espectáculos construídos em meio rural, envolvendo as populações locais, com o intuito de cruzar linguagens musicais. Nos últimos anos tem realizado investigação em Etnomusicologia.

Beatriz Guerreiro (convidada) Frequenta o Curso de Flauta de Bisel no Instituto Gregoriano de Lisboa. Conta diversas participações em concertos de Flauta de Bisel e música coral e participações em concertos e gravações com o grupo Alacrã, Gaiteiros de Lisboa, Rui Veloso e Zeca Medeiros.

 

About Folque

aCentral Folque, Centro Galego de Música Popular. Galiza, Europe
Bookmark the permalink.

Comments are closed